Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória; veja calendário e como fazer sem sair de casa

Publicidade

A pandemia fez com que muitos serviços que antes eram realizados presencialmente tivessem que ser cancelados. Alguns deles foram transferidos para o mundo virtual, podendo ser realizados pela internet. Entretanto, outros tipos de serviços tiveram que ser cancelados por completo, até que a situação melhorasse.

Esse é o caso da prova de vida do INSS que agora voltou a ser obrigatória e o calendário para a regularização segue até dezembro, para que todos os beneficiários consigam continuar recebendo o benefício. A prova de vida estava suspensa desde o ano passado, mas agora os aposentados e pensionistas poderão fazer a prova de vida pela internet, de modo muito simples.

Publicidade

A seguir, confira todos os detalhes sobre a prova de vida, veja o calendário e entenda como você poderá fazer isso sem sair de casa!

Prova de vida volta a ser obrigatória no INSS

Publicidade

A prova de vida voltou a ser obrigatória no início do mês para os aposentados e pensionistas do INSS. Se trata de um procedimento que tem como objetivo evitar fraudes e pagamentos indevidos a quem não precisa do benefício, dessa forma, somente aqueles que realmente precisam continuam recebendo o pagamento do INSS.

A prova de vida precisa ser feita com certa frequência pelos benefícios, mas desde março do ano passado o procedimento estava suspenso por causa da pandemia. Agora, com a sua volta, o órgão disponibilizou novos meios para que o segurado consiga fazer a sua prova de vida: pelo banco onde recebe o pagamento da aposentadoria/benefício ou diretamente pelo aplicativo, sem sair de casa.

A grande maioria dos segurados conseguirá fazer a prova de vida online, sem sair de casa. Mas aqueles que precisarem fazer pessoalmente, devem seguir o calendário que vai até dezembro e preferencialmente fazer o procedimento já no dia que recebe o pagamento, para que não precise sair de casa outro dia.

Veja Mais:  Requisitos para inscrição no Cadastro Único
Publicidade

Prova de vida presencial

A prova de vida presencial é o modelo tradicional do INSS e que agora foi substituída pelos bancos em que os beneficiários recebem o benefício.

Os aposentados e pensionistas que tiverem uma biometria bancária cadastrada vão poder fazer a prova de vida em qualquer caixa eletrônico do banco em que recebe o benefício. Alguns bancos aceitam qualquer tipo de transação como prova de vida, desde a retirada de um extrato bancário no caixa eletrônico, a até uma transferência. Se o beneficiário não possuir a biometria, deve comparecer na agência bancária com CPF e documento com foto. Somente no caso do Banco do Brasil é possível fazer a prova de vida pelo aplicativo.

Prova de vida à domicílio

Uma outra opção dada pelo INSS aos beneficiários é a prova de vida em casa, através da visita de um funcionário do órgão na residência do segurado.

Publicidade

Essa opção é para os segurados de qualquer idade que não estejam em condições de se locomover para fazer a prova de vida ou ainda para todos os segurados acima de 80 anos, com ou sem condições de se locomover. Nesses casos, é possível agendar a visita ligando para o 135 ou pelo aplicativo do Meu INSS, sendo necessário ter documentos médicos para comprovar a situação.

Prova de vida digital pela internet

Mais de 5 milhões de beneficiários da Previdência Social vão poder fazer a prova de vida pela internet, através da tecnologia de biometria facial. Isso significa que em um primeiro momento, não são todos que vão poder fazer a prova digital dessa forma, pois o INSS está testando o serviço.

Veja Mais:  Tudo que você precisa saber sobre o INSS

Aqueles que foram selecionadas para realizar a prova de vida pela internet, podem fazer baixando o aplicativo “Meu Gov.br” em seu celular. Depois de realizar todo o procedimento, o segurado pode acompanhar o resultado da prova por meio do aplicativo Meu INSS.

O segurado saberá se ele foi selecionado para fazer a prova de vida online se receber uma mensagem de texto em seu celular ou um e-mail com a convocação. Como o INSS usa a base de dados do Denatran e do TSE para fazer a biometria facial, só serão selecionados para o serviço aqueles beneficiários que tenham carteira de motorista ou título de eleitor com a biometria cadastrada.

O órgão ainda informou que pretende expandir a prova de vida digital para todos os beneficiários, mas não tem uma previsão para isso acontecer, tudo vai depender de como esse projeto piloto vai acontecer. Por isso quem for convocado, deve aproveitar o serviço e testar para saber se ele está funcionando corretamente.

Prova de vida para quem possui conta em banco

Caixa Econômica, Banco do Brasil, Santander, Itaú e Bradesco são os bancos que permitem que o segurado faça uma prova de vida através de suas transações bancárias.

No caso da Caixa Econômica, os clientes podem fazer a prova de vida em qualquer agência bancária da instituição. Aqueles que tiverem identificação biométrica cadastrada pelo banco, podem fazer a prova de vida na rede de autoatendimento. Um simples saque já é suficiente para a prova de vida, por exemplo.

No Banco do Brasil, os correntistas e poupadores que recebem o benefício do INSS como crédito em conta corrente, podem fazer a prova de vida pelo aplicativo da instituição, tirando uma foto de seu RG e uma selfie. Dentro do aplicativo dá pra acompanhar se a prova foi aceita ou não.

Veja Mais:  Tudo que você precisa saber sobre o INSS

No Bradesco, os clientes que recebem o benefício devem fazer a prova de vida nas máquinas de autoatendimento do Bradesco e do Banco 24Horas, mas é preciso ter a biometria cadastrada. Se não possuir, a prova de vida deve ser feita na agência. No Itaú, a prova de vida é feita automaticamente quando o cliente usar a sua biometria para qualquer tipo de transação nos caixas eletrônicos ou nos guichês de caixa. No Santander, a prova de vida pode ser feita nas agências com o auxílio do gerente ou nos terminais de autoatendimento usando a biometria cadastrada.

Escolha a melhor opção para você e faça a sua prova de vida do INSS o quanto antes!

Publicidade

Tudo sobre o Construcard

Programa Casa Verde e Amarela: novos limites de valores