Como funciona um Consórcio Imobiliário?

Publicidade

Uma das principais modalidades de aquisição de imóveis, o consórcio imobiliário oferece aos interessados o acesso ao crédito necessário para a compra de um imóvel, podendo efetuar o pagamento de forma parcelada e com planejamento prévio.

Atualmente, o consórcio imobiliário é considerado uma das formas mais seguras para quem quer comprar sua casa própria. Esse meio de aquisição imobiliário possui muitas vantagens como também economia e flexibilidade.

Publicidade

É importante compreender como funciona esse consórcio para simplificar a compra da sua casa própria, ou se você deseja também investir na ampliação do seu patrimônio.

O que é e como funciona um Consórcio Imobiliário?

O consórcio é uma espécie de autofinanciamento para adquirir um bem, seja ele um imóvel ou um veículo. Ao longo do tempo, o formato de consórcio foi aprimorado a fim de atender novas demandas de compra e venda de bens.

Por meio das administradoras de consórcio, são oferecidas parcelas, planos e prazos de pagamentos, além do valor da carta de crédito, que possibilitará a compra de um imóvel. Assim, você pode escolher o que mais se encaixa no que procura de acordo com seu planejamento financeiro.

Publicidade

Dessa forma, você poderá pagar mensalmente o valor das parcelas, ou do seu plano, estipulado no momento da contratação do consórcio e conseguir comprar seu imóvel desejado. Além disso, existe também a carta de crédito, que é um fator importante no consórcio.

O que é a Carta de Crédito?

Antes de contratar o consórcio, você passará pelo processo de liberação de crédito. Assim que tudo for conferido nessa etapa e não houver empecilhos, você terá acesso a sua carta de crédito, que tem o valor correspondente ao do consórcio contratado. Por meio dela você poderá adquirir o bem.

Veja Mais:  Cartão de crédito Magazine Luiza

Uma ótima vantagem da carta de crédito é que ela é equivalente ao pagamento à vista, isso significa que você terá o mesmo benefício que uma pessoa que está com dinheiro em mãos para comprar o imóvel.

Publicidade

A carta de crédito pode ser utilizada para a aquisição de diversos tipos de bens, como por exemplo, aquisição de casa, apartamento, terreno, construção, sala comercial e reformas. Você poderá analisar e decidir a melhor alternativa para você.

Como fazer um consórcio?

É muito simples! A primeira coisa que você precisará fazer é procurar uma administradora que seja de sua confiança para analisar todas as opções disponíveis de planos para o consórcio.

Tenha bem em mente tudo que você espera para o seu consórcio, tanto o valor das parcelas que esteja dentro das suas finanças quanto o prazo de pagamento, pois isso facilitará a escolha do melhor plano para sua compra.

Depois de escolher o plano que melhor for adequado ao que você busca, você assinará o contrato de adesão para a consolidação da aquisição da cota. Para isso, a documentação exigida neste processo é muito básica. Basta apresentar CPF, RG, e comprovante de endereço.

Mesmo apresentando esses documentos, é importante verificar com a sua administradora se há a necessidade de alguma informação a mais, ou documentos extras. É necessário conferir anteriormente para não faltar nada.

Publicidade

O que devo levar em consideração ao escolher uma administradora?

Visto que o consórcio é um investimento que deve ser seguro, além de garantir para o investidor um retorno, a escolha da administradora que cuidará de tudo deve ser feita com bastante cuidado e critério. 

É importante verificar se essa empresa é devidamente registrada no Banco Central, isso porque essa é uma condição indispensável para que a empresa atue legalmente no mercado de consórcios. Para se informar, basta pesquisar no site do banco e consultar se a empresa está registrada ou não.

Veja Mais:  Aprenda a solicitar o Cartão de Crédito Trigg

Depois disso, você precisará avaliar o nível de transparência que a administradora lhe apresentará. Isso pode ser feito tendo em mente a clareza que a empresa lhe transmite todas as informações sobre formas de reajustes das parcelas, custos de negociação, sorteios, contemplações e lances.

Também é extremamente importante conferir a credibilidade da administradora escolhida dentro do mercado de consórcios imobiliários. Pesquise muito antes de decidir que aquela seja sua administradora, não coloque seu sonho em risco por não conferir devidamente isso.

Você pode se certificar da posição da empresa no ranking de reclamações do Banco Central como também opiniões e feedbacks dos clientes da empresa. Verifique também a qualidade do atendimento oferecido aos clientes, quanto mais recomendado e satisfatório for, melhor.

Devo contratar um seguro para meu consórcio imobiliário?

Normalmente, as administradoras preveem para os investidores em contrato se as mensalidades possuem ou não um seguro previamente incluso. Em outras circunstâncias, isso é oferecido à parte das parcelas do consórcio, significando que ficará à critério do consorciado contratar este serviço ou não.

Então, se você ainda se sente receoso quanto à contratação da carta de crédito por conta de possíveis adversidades futuras, vale a pena conferir as opções de seguro atualmente disponíveis. 

Um dos mais contratados no mercado de consórcio imobiliário é o seguro prestamista, que efetua o pagamento parcial ou total das mensalidades restantes do consórcio contratado.

No entanto, esteja atento, o seguro de consórcio é bem diferente do seguro imobiliário ou veicular. Isso porque ele não protegerá o que você escolheu investir, mas sim, as condições de pagamento que você escolheu.

Se você tiver contratado o seguro, você terá uma proteção adicional caso deixe de pagar alguma parcela e fique inadimplente. Isso é o que ocorrerá em caso de quebra de garantia.

Veja Mais:  Vale a pena contratar um Seguro Residencial?

No quesito seguro de vida, o seguro te garantirá o pagamento das mensalidades, ou do seu percentual, em caso de falecimento do consorciado. Por isso, é necessário nomear um responsável que seja o beneficiário, podendo ser o cônjuge ou um membro da família.

Se lhe ocorrer ficar desempregado durante o período em que estiver pagando as parcelas do consórcio, o seguro vai garantir o pagamento de uma quantidade dentre as suas mensalidades. 

Essa é a opção mais buscada atualmente, em virtude da atual situação econômica do Brasil, além do alto índice de desemprego. Obter esse seguro pode prevenir maiores problemas com as parcelas se você perder o emprego.

O consórcio imobiliário é uma ótima forma de conquistar o sonho da casa própria! Com o seguro, as condições estabelecidas no momento da contratação podem ficar ainda mais protegidas e te garantir o que procura com facilidade e sem maiores preocupações. Escolha com cuidado sua administradora e realize o sonho de conquistar seu próprio imóvel.

Publicidade

Vale a pena contratar um Seguro Residencial?

Quem tem direito ao FGTS?